Pugs - Saiba tudo sobre a raça

Essa raça é uma das mais antigas que existe. Foram encontrados indícios de cachorros muito parecidos com o Pug datados de 1700 antes de Cristo! No entanto, não se tem certeza absoluta de sua origem. Existem teorias de que o Pug surgiu do cruzamento de diversas outras raças como o Pequinês ou ainda o Mastife Francês. O que se tem certeza é de que os Pugs surgiram em algum local da China e eram cachorros pertencentes à realeza. Esses cãezinhos foram levados para a Holanda e a partir de lá atingiram outros países da Europa onde receberam diferentes nomes. Na França ficaram conhecidos como "Carlin", na Espanha como "Dugollo", na Alemanha eram os "Mops" e na Itália eram chamados de "Caganlino". Os Pugs chegaram aos EUA após a Guerra Civil e foram reconhecidos como raça oficial pelo Kennel Club em 1885.


Os pelos do Pug são bem curtinhos, finos e macios. As cores da raça são: prata, abricó, fulvo e preto. Ter o focinho e as orelhas pretas também faz parte das características da pelagem do Pug. Soltam bastante pelo durante o ano todo, por isso uma escovação diária ajuda a retirar os pelos mortos e evitar que caiam e se espalhem pela casa toda. Você pode usar uma luva específica para pets caso a tarefa não seja tão satisfatória com o uso de uma escova comum.


Temperamento do Pug


Cachorro de companhia é o que melhor define o Pug. Eles são extremamente apegados aos seus tutores e muito sociáveis com todos. Apesar de às vezes serem preguiçosos e não gostarem tanto de atividades físicas, são bastante brincalhões e alegres. Amam ficar no colo! Assim como a maioria dos cachorros, precisa ser socializado desde filhote para que se dê bem com outros animais e crianças, por exemplo, mas os pugs, em geral, não costumam apresentar problemas comportamentais neste sentido. Por essas características, é um cachorrinho que se adapta bem em apartamentos e espaços menores, desde que estejam sempre frescos! Costumam receber a todos com muita receptividade e entusiasmo, mesmo aqueles que não conhecem bem.


Inteligência e Obediência do Pug


O Pug é um cachorro inteligente, mas um tanto quanto teimoso. Sua colocação no livro A Inteligência dos Cães de Stanley Coren é a de número 57, o que mostra que o Pug não precisa de tantas repetições para aprender um comando, mas precisa que eles sejam sempre praticados. Como é muito leal à família, vale sempre reforçar os comandos para que o bichinho não acabe dominando a casa. Gostam de agradar e fazem de tudo para verem seus humanos felizes.

0 visualização

1/3

2019 @ Todos os direitos reservados à integrando.se. Proibida a reprodução sem autorização.

Agroverde Sr Com Rações e Prod Vet Ltda. CNPJ: 71.834.089/0001-30 I.E: 653.033.549.117

Av Antonio Dias Bastos nº476 Centro - São Roque/SP Cep: 18130-350

Telefone: 0800 015 1304